10 maio 2017

Mil Cicatrizes



Mil Cicatrizes

A vida é um leque de opções involuntárias de alegrias e decepções que procuramos e as vezes tentamos evitar, saber lhe dar com esse turbilhão de informações não é fácil.

Algumas pessoas diante disso vivem num mundo de conto de fadas... e tudo é magico e/ou assustador, porém não se precisa tocar, vendo e vivendo através tela do celular do computador, mas não encaram realmente a ferida aberta que é a vida... onde qualquer lugar que se toque pode lhe causar tamanha dor, assim como fortes alegrias e prazeres.

Tudo vai da escolha feita entre sentir a dor e se fortalecer, ou esconder-se em si mesmo, em alguma tentativa não eficaz de que tudo que anseia chegue ou passe.

Aprendi a duras penas que eu precisava encarar de frente meus medos, não foi fácil doía e ainda dói, mas no fim aprendi que nada é mais valioso do que a verdade sobre nós mesmos. O autoconhecimento é algo primordial, e isso não requer apenas a idade com o passar do tempo ou as experiências de vida, requer querer amadurecer. Quantos tantos por aí apodrecem e não amadurecem, é uma escolha que não depende de ninguém se não de si mesmo.

 Diante disso um fato é irrefutável, a vida não para o tempo não espera, e não haverá outra chance.  O dia vai continuar nascendo o sol e a chuva passando a lua aparecendo a noite a dentro castigando, e se você ficar ai parado esperando sabe o que vai mudar? Absolutamente Nada!

Será apenas mais um dia perdido, mais uma oportunidade jogada fora... mais uma lamuria contada, mas uma dor sentida, mas um não tido, mais um sim perdido, mais uma vez uma fuga, para lugar nenhuma para nada.

E qual o (meu) aprendizado disso, mil cicatrizes são mais valiosas, que um corpo sem marca alguma e morto por dentro.

Geane Carmo
10/05/2017




Nenhum comentário: